em Notícias

Graças aos avanços da ciência e da medicina nas últimas décadas, vivemos cada vez mais. Porém, atingir níveis satisfatórios em termos de qualidade de vida continua sendo um grande desafio para muitos de nós. Falta de tempo para se alimentar corretamente, estresse com o trabalho e ausência de disposição para praticar exercícios frequentemente estão entre os principais fatores que minam nossas saúdes física e mental.

Pensando no seu bem-estar, elencamos oito dicas para melhorar a qualidade de vida e aumentar a longevidade. Mas não ficamos apenas na teoria. O Covabra também oferece a linha Leve + Vida, um mix completo de produtos saudáveis, que inclui opções naturais, orgânicas, integrais, light, sem glúten ou lactose.

1ª: Evite ao máximo situações de estresse
Trabalhe o autocontrole para minimizar os problemas. Tenha sempre em mente que situações difíceis impostas pelo dia a dia poderiam ser piores, e tente não perder a paciência diante dos conflitos.

2ª: Não tome medicamentos por conta própria
Você sabia que uma das principais causas de mortalidade é a automedicação? Por isso, aconselhamos a sempre procurar orientação médica quando sentir qualquer tipo de mal-estar ou desconforto.

3ª: Viva por você mesmo(a)
Sempre que puder, evite fazer algo de que não gosta. Viver em função dos desejos ou necessidades de alguém faz mal à saúde. Respeitar as normas impostas pela sociedade em nome da boa convivência é importante, mas tente manter o máximo que conseguir da sua autenticidade, ignorando tabus ou preconceitos.

4ª: Priorize a frequência e a qualidade da alimentação
Tente fazer pelo menos três refeições diárias, priorizando sempre a primeira delas: o café da manhã. Coma alimentos ricos em fibras (como pão integral, verduras, feijão, aveia e maçã), pois eles regulam o aparelho digestivo e controlam o colesterol. Lembre-se: uma alimentação completa deve incluir frutas, verduras e legumes.

5ª: Beba água e outros líquidos
É recomendável ingerir, por dia, pelo menos 1,5 litro de água, leite, chá, água de coco ou sucos. Essa dica vale sobretudo para os idosos, cujo aparelho digestivo necessita de uma quantidade maior de líquidos para funcionar corretamente.

6ª: Exercite o cérebro
Ler, assistir a filmes, estudar, escrever, fazer palavras cruzadas e conversar estão entre as principais atividades para exercitar o cérebro. Cuidar de uma das partes mais importantes do nosso corpo é essencial para manter em dia os níveis de memória e prevenir doenças como o Alzheimer.

7ª: Tenha uma ocupação
Evitar a ociosidade, principalmente depois da aposentadoria, é primordial para se proteger contra doenças como a depressão. Sinta-se útil e viva sempre por um ideal ou propósito.

8ª: Respeite seus limites
Nossos corpos estão programados geneticamente para viver por aproximadamente 120 anos. Para tentar chegar a essa idade, é importante evitar ao máximo os excessos em todos os aspectos. Buscar o equilíbrio entre vida social e trabalho é o principal caminho para alcançar a felicidade.

Últimas Novidades